Por que a Lightning Network é engenhosa

Por Todd Kronenberg

Resumo: Existem três sistemas de contabilidade: entrada única, entrada dupla e entrada tripla. A revolução do Bitcoin e de sua blockchain foi que ela trouxe uma contabilidade de entrada tripla. Mas isso tem alguns inconvenientes sérios que a contabilidade de dupla entrada da Lightning Network resolve. O quê?! As inconveniências dessa tecnologia revolucionária são resolvidas por algo que não foi revolucionário em mais de 500 anos? Sim, de fato!

Contabilidade de Entrada Única

A contabilização de entrada única é simplesmente quando uma entidade registra transações negativas e positivas em seu registro. Consiste em escrever um número negativo ou positivo em cada linha e somá-los no final, junto com o saldo inicial. Isso é suficiente para uso pessoal, porque você está apenas acompanhando as suas próprias finanças e sabe que pode confiar em si mesmo – você não se defraudaria, não é mesmo? Mas a contabilização de entrada única não funciona para o comércio, pois como você pode confiar plenamente no livro de registro de outra pessoa ou empresa? Na contabilidade de entrada única, qualquer pessoa pode adicionar fundos sem prestação de contas, pois esse tipo de contabilização registra apenas como uma transação afeta seu próprio registro de forma isolada. Atividades fraudulentas são fáceis de se criar e difíceis de se comprovar se todos mantêm seus próprios registros isolados.

Contabilidade de Entrada Dupla

Depois veio a contabilidade de entrada dupla, uma revolução verificável no comércio! Nela, cada participante de uma transação registra duas linhas por transação, um débito/crédito em seu próprio registro e o correspondente crédito/débito do outro participante. Agora você não pode simplesmente criar fundos do nada, pois qualquer crédito para si mesmo tem que vir de um débito de outra pessoa, e se essa outra pessoa não tiver essa transação correspondente, isso é fraude! Embora você ainda possa “cozinhar” (fraudar) os livros, isso requer a criação de um histórico completo de transações falsas para ocultar seu comportamento fraudulento. No comércio, os auditores certificam-se de que todos estão jogando de maneira justa, verificando os livros contábeis das empresas para garantir que tudo esteja alinhado. Mas não seria melhor ter um sistema de contabilidade que impedisse a fraude por sua própria natureza e não requeresse auditorias manuais por terceiros?

Contabilidade de Entrada Tripla e Blockchain/Bitcoin

Opa! Uma nova revolução nasce! Não é mais necessário confiar em auditores terceirizados, não é mais necessário confiar que os participantes da economia não tentarão “cozinhar” seus próprios livros e cometer fraudes. A contabilização de entrada tripla é onde não apenas cada participante na transação registra o débito e o crédito associado da transação para cada parte, mas todos os participantes de toda a economia recebem um recibo dessa transação. Agora é impossível fraudar a menos que você ganhe controle sobre toda a economia dos participantes (em termos de blockchain isso é chamado de “ataque de 51%”). Como todos mantêm um registro de cada transação, um único ator não pode criar um crédito fraudulento para si, porque todos saberiam imediatamente que o dinheiro veio do nada. Agora temos segurança máxima em um ecossistema de comércio onde a fraude (“gastos duplos”) é essencialmente impossível (supondo que o ecossistema dos participantes esteja configurado como uma rede descentralizada como a do Bitcoin). Além disso, não há mais necessidade de confiar em terceiros, como auditores e bancos, de modo que agora as pessoas podem fazer comércio livremente sem envolver os bancos e todos os intermediários envolvidos.

Mas espere! Há um problema. Se todos tiverem que registrar todas as transações, isso significa que toda vez que uma transação é feita, ela deve ser passada para toda a comunidade. Obviamente, mesmo usando computadores e a Internet, leva tempo propagar essas transações por toda a rede, e isso restringe a quantidade de transações que podem ser feitas. A revolução da contabilidade de entrada tripla é sua segurança e o fato de que você não precisa confiar na informação de alguém específico (“trustlessness”) porque todos na rede possuem todos os registros, mas sua falha é que ela não consegue lidar com um volume muito grande de transações devido à necessidade de passar os recibos de cada transação para todos os participantes da rede.

Corrigindo a limitação da Blockchain

Hmm como consertar isso…

Bem, como a lentidão da contabilização de entrada tripla é causada pela necessidade de passar todas as transações para todos os participantes, vamos fazer com que apenas alguns poucos participantes mantenham todos os registros, acelerando assim todo o processo. O nome disso é centralização. Na blockchain isso pode ser feito isolando-se quem pode atuar como um detentor de registro – seja tornando a blockchain privada e, portanto, controlada por uma única ou várias entidades; seja criando os chamados master-nodes que possuem requisitos estritos; ou simplesmente fazendo com que a blockchain permita um volume de transações que apenas computadores muito eficientes, poderosos e bem conectados possam realmente acompanhar. Todas essas soluções centralizam a contabilização da blockchain ao restringir o acesso de quem realmente poderá fazer a contabilidade. No entanto todo o poder e revolução da contabilidade de entrada tripla é que ela é segura e não requer confiança em terceiros devido à sua natureza descentralizada que permite que qualquer pessoa registre transações e assim se proteja contra fraudes. Portanto, esses conceitos centralizados oferecem uma solução para o problema de lentidão na contabilidade de entrada tripla/blockchain mas ao mesmo tempo degradam seu valor revolucionário de segurança e não-necessidade de confiança. Como nós já temos muitos sistemas de entrada dupla, de alta performance e pouco seguros, tentar fazer um sistema de entrada tripla se parecer com um sistema de entrada dupla apenas para fazê-lo competir com este, adquirindo as falhas do sistema de entrada dupla e perdendo os benefícios do sistema de entrada tripla, não parece ser uma grande solução!

Mas espere… e se combinarmos os dois colocando em camadas um sistema de contabilidade de entrada dupla no topo do sistema de contabilidade de entrada tripla do blockchain? Soa muito idiota, certo? Na verdade, é genial! Pois resolve o problema do sistema de entrada tripla e ao mesmo tempo não permite as falhas do sistema de entrada dupla.

A Lightning Network

A Lightning Network é simplesmente um sistema de contabilidade de entrada dupla construído sobre o sistema de contabilidade de entrada tripla do Bitcoin. A contabilização de entrada dupla é rápida e não gera nenhum gargalo na taxa de transferência das transações, pois somente os dois participantes de uma transação precisam acompanhar suas transações. Eles não precisam transmitir o recebimento dessa transação a todos os outros. Mas, ao colocar o sistema de contabilidade dupla sobre o sistema de contabilidade tripla, você obtém a performance do primeiro combinada com a segurança e a confiabilidade do segundo.

A Lightning Network trabalha criando uma rede entrelaçada de canais de pagamento, cada canal com dois participantes. Basicamente, é apenas uma maneira de duas pessoas transacionarem apenas uma com a outra. Mas ao criar uma rede na qual todos esses canais se conectam, você pode rotear pagamentos através dessa rede de canais de entrada dupla. Se você quiser enviar um pagamento para alguém em qualquer lugar da rede, você poderá creditar a conta de um participante ao qual você esteja diretamente conectado na rede e, em seguida, ele pode creditar outra pessoa com a qual ele esteja diretamente conectado pelo mesmo valor (debitando-se eles mesmos para que eles não tenham nenhuma mudança líquida no valor), e essa sequência continua pela rede até que o participante com o qual você está realmente tentando transacionar receba o crédito. Contudo, tecnicamente, você só transaciona com aquela pessoa à qual está diretamente vinculado no canal de pagamento pelo qual seus fundos foram inicialmente enviados. Assim, cada link na rota entre você e o destino do pagamento é composto por dois participantes que estão simplesmente transacionando, cada um mantendo sua própria conta um com o outro. A Lightning é uma rede de canais contábeis de entrada dupla com dois participantes, por isso ela não tem nenhuma restrição em relação a quantas transações podem ser feitas.

Mas o ponto importante aqui é que ela é apoiada pela segura e confiável blockchain de entrada tripla do Bitcoin. Todas as transações da Lightning Network acontecem apenas entre os usuários, fora da blockchain. Mas nenhuma fraude pode ser cometida porque a capacidade de cada canal (seus fundos totais) é previamente registrada na blockchain quando o canal é aberto, e a única maneira de adicionar mais fundos ou obter os fundos desse canal é fazer outra transação na blockchain. Cada canal é um sistema fechado no qual apenas as extremidades (abertura e fechamento) são gravadas na blockchain de entrada tripla do Bitcoin, proporcionando segurança contra fraudes.


N. do T.: O autor se refere à comunicação entre a blockchain e a Lightning Network (LN), que, obrigatoriamente, ocorre em pelo menos dois momentos. Na abertura do canal, envia-se uma transação para a blockchain com a quantia disponibilizada (em bitcoins). Uma outra transação para a blockchain, contendo o saldo final, deve ser feita quando eles, ou um deles, decidir fechar o canal. Nesse meio tempo, os dois participantes do canal podem transacionar indefinidamente. Sendo assim, mesmo realizando dezenas, centenas ou milhares de transferências entre si através da LN, apenas duas transações constarão na blockchain. Outra transação só seria necessária se eles optassem por aumentar os fundos do canal antes de fechá-lo.


Nenhum fundo pode ser criado do nada; um canal na Lightning Network sempre terá a quantia exata de fundos que foi registrada na blockchain. Uma peculiaridade dessa rede é que, dentro do próprio canal de pagamento, um usuário pode tentar fraudar o usuário de outro canal, mas os contratos inteligentes do Bitcoin embutidos na criação de cada canal da Lightning penalizam qualquer participante que tentar cometer fraude. Enquanto um canal estiver aberto, ele poderá usar a contabilização de entrada dupla da Lightning Network para concluir o máximo de transações durante o período de tempo desejado e sem lentidão, e tudo isso garantido pela segurança do sistema de contabilidade de entrada tripla da blockchain.

O Bitcoin e a Lightning Network juntos se combinam para criar o melhor dos dois mundos, a contabilidade de entrada dupla e a contabilidade de entrada tripla. Duas revoluções combinadas em uma! A sinergia desse casamento possibilita um sistema de comércio ao qual nem os atuais sistemas contábeis de entrada dupla, nem os sistemas contábeis de blockchain unicamente de entrada tripla sozinhos podem ser comparados.

 

Publicado originalmente em medium.com/@TK_CodeBear/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s