Simon Dixon: A guerra contra o Bitcoin

Banks War On Bitcoin

 

Simon Dixon, CEO e cofundador da BnkToTheFuture.com, concedeu entrevista na última segunda-feira, dia 18, à CNBC a respeito da complexa relação dos bancos com o Bitcoin e sobre o caso Mike Hearn – o desenvolvedor de longa data que na última sexta-feira declarou que o Bitcoin era um experimento fracassado (o que levou o preço a cair $52 em dois dias).

Esse foi considerado o 89º anúncio da “morte” do Bitcoin. Para quem quiser relembrar os outros, aí vai um link: https://99bitcoins.com/bitcoinobituaries

Transcrevemos as respostas de Simon Dixon abaixo:

1. A guerra contra o Bitcoin

“O que aconteceu no ano passado foi que um consórcio de 42 bancos se reuniu para, essencialmente, criar sua própria versão do blockchain, que funcionaria
dentro do sistema bancário. Acontece que um dos grandes benefícios do Bitcoin é que ele possibilita que você envie dinheiro globalmente, praticamente de graça, de qualquer lugar do mundo, para alguém que esteja conectado à internet, sem que você precise de um
banco ou uma garantia do governo para isso.

Os bancos estão se reunindo porque em 2015 o bitcoin foi a moeda que teve a melhor
performance. Então, o que era para ser um anúncio muito positivo – o de que há
um número recorde no volume de transações, com cada vez mais e mais pessoas
utilizando bitcoin – os bancos viram como uma oportunidade para contratar, na semana passada, um dos desenvolvedores de longa data, tirá-lo do bitcoin e colocá-lo para trabalhar em sua própria versão do bitcoin, em sua própria blockchain.”

 

2. Sobre haver necessidade de regulação.

“Bem, é difícil para algumas pessoas compreenderem isso, mas na verdade o
Bitcoin é regulado por um trabalho acumulado de codificação. As instituições
financeiras que utilizam Bitcoin certamente precisam ser reguladas, mas o
Bitcoin em si funciona extremamente bem, e é por isso que está atingindo
volumes de transações recordes; porque funciona.”

 

3. O envolvimento dos bancos.

“O maior benefício do Bitcoin é que ele torna muito barato enviar dinheiro para
qualquer lugar do mundo, além de ser uma moeda neutra. Este é um dos
benefícios principais: qualquer pessoa com uma conexão à internet pode usá-lo.
Não interessa como o estão usando, eles não precisam de nada; não há barreiras
para entrar. Mas quando você colocar isso dentro do sistema bancário, você terá os
bancos obtendo os benefícios de custos reduzidos, mas nenhum benefício para o
consumidor.”

 

4. Mike Hearn e a necessidade de expansão dos blocos.

“Mike Hearn estava se referindo ao fato de desenvolvedores iniciais do bitcoins
terem discutido – agora que o volume é recorde – como podemos redimensioná-lo
para uma próxima etapa, um nível acima. Soluções foram sugeridas. Mike tinha a sua própria proposta, que não estava obtendo sucesso de adesão, e no momento que os
bancos o contrataram ele anunciou que o Bitcoin havia fracassado. Então eu questiono a integridade por trás desse anúncio. Porque o Mike Hearn sabe, assim como todos, que soluções para aumentar o tamanho dos blocos serão postas em prática.”

 

Observação: em relação à queda de $52, ocorrida entre sexta e domingo, o Bitcoin já recuperou $30, até o momento. Ou seja, tudo indica que se tratou, realmente, do 89º anúncio da sua morte.

O vídeo da entrevista: http://video.cnbc.com/gallery/?video=3000482701

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s